Emoções & Sentimentos


AO CUBO

15/08/2015 23:05

Em meados de 2003 surge em São Paulo o grupo Ao Cubo, um grupo de rap conhecido nacionalmente, composto por Cleber, DJ Fjay, Dona Kelly e Vulgo Feijão. Despojados de qualquer preconceito e convictos da mensagem que iriam levar, há quase oito anos vem viajando pelo Brasil levando por meio da música um conceito, um estilo de vida.

Em 2004 lançaram o primeiro álbum “Respire Fundo”, a repercussão foi tão intensa que em 2005 gravaram CD e DVD “Respire Fundo Acústico”. Dois grandes sucessos desta época são as canções “1980” e “Naquela sala”. A identificação das pessoas com as letras trazidas da periferia e de vivências pessoais aproximou ainda mais o Ao Cubo de seu público.

O equilíbrio entre os quatro integrantes do Ao Cubo é um marco na história dos músicos. “Aqui não temos um líder, somos quatro líderes”. O reflexo disso é a continuidade do trabalho que estourou por todo o Brasil. Em 2007 é lançado terceiro CD “Entre o desespero e a esperança”. Faixas como “Mil desculpas” e “Cinderela” são tocadas até os dias de hoje pelas rádios de todo o país.

O reconhecimento do trabalho veio, além dos vários prêmios e indicações recebidas ao longo da carreira o Ao Cubo foi contratado pela gravadora Graça Music. Em 2010 lança o CD “Um por Todos” que trás participações especiais de André Valadão, Helião (RZO), Netinho de Paula, Planta e Raiz, e Soraya Moraes.

Do último álbum foram gravados vídeo-clipes, como o da canção” Nasci pra vencer” com participações especiais da cantora Priscila Alcântara, os jogadores Neymar (futebol) e Serginho (volêi), onde fará parte do DVD “Ao Cubo vídeo clipes” que reúne os principais clipes do grupo.

O Ao Cubo vem conquistando público e crítica. Confiantes em cumprir sua missão de levar esperança para as pessoas que ouvem suas músicas. O diferencial do grupo, além das músicas que emocionam, está ligado na vontade de buscar e na força para inovar o Hip-Hop com intensidade, boa música e conteúdo.

Matéria extraída do Site oficial de Ao Cubo

—————

Voltar